top of page

Educadores do Cemeam e Cepan participam de formação do projeto LabCrie

Profissionais do Centro de Mídia de Educação do Amazonas (Cemeam) e do Centro de Formação Profissional Padre José de Anchieta (Cepan), estão participando da primeira formação de multiplicadores para o Espaço LabCrie. As atividades, que serão realizadas até esta sexta-feira (31/03), estão acontecendo na Escola Estadual Nathália Uchôa, no bairro Japiim, Zona Sul de Manaus.


Promovida pelo Laboratório de Inovação e Criatividade para Educação Básica (LabCrie), a formação conta com a parceria da Secretaria de Educação e Desporto e da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS).


O projeto do Governo Federal se uniu com o projeto LabCrie da UFMS, onde foram implementados Laboratórios Makers em cada uma das 26 capitais e Distrito Federal do país. No Amazonas, a implementação ficou sob a coordenação do Cepan utilizando o espaço da E.E. Nathália Uchôa. A formação é voltada para os profissionais do Cemeam que já possuem um histórico de projetos semelhantes como o “Fazer para Aprender”.


A gestora da EE Nathália Uchôa, Maria Glaucimere Graça, falou sobre a organização da escola para o recebimento do LabCrie, sendo esta a única escola do Estado escolhida para receber o projeto.


“Por meio da Secretaria de Educação foi feita a visita na escola, a verificação das possibilidades de implementação, infraestrutura e logística. A escola prontamente abraçou o projeto e o recebeu com o coração gratificado, porque nós sabemos que tudo é em prol da melhoria da educação.” explicou ela.


A professora e atuante na área de Língua Portuguesa, Tecnologias Educacionais e Cultura Maker, Renata Capovilla, de Valinhos interior de São Paulo, foi uma das formadoras enviadas pelo LabCrie. Ela explicou como vem sendo a formação desses multiplicadores.


“A UFMS criou esses laboratórios em cada uma das federações do Brasil e eles trazem, então, formadores de cada área para que eles sejam multiplicadores desse conhecimento. Os docentes ficam em formação durante um tempo, vivenciando o que a gente tem de conteúdo, em seguida, eles multiplicam os conhecimentos com outros professores e também seus estudantes.” informou ela.


A formação do LabCrie está contando com a participação de cerca de 30 profissionais do Cemeam, entre eles professores e pedagogos. Com atividades práticas e teóricas a formação totaliza 40 horas sendo 20 horas presenciais e 20 horas em Ensino a Distância.


Sobre o LabCrie


Semelhante ao Fazer para Aprender, o LabCrie usufrui de atividades práticas experimentais buscando a melhoria da aprendizagem. Unindo prática e teoria, o projeto busca potencializar a formação dos professores para trabalhar nos espaços Makers de tecnologia, gamificação, robótica, empreendedorismo entre outros já existentes em 49 escolas, tudo de forma pedagógica.


Formado por especialistas da Educação, Tecnologias e Inovação, o Laboratório de Criatividade e Inovação para a Educação Básica (LABCRIE) é uma iniciativa do Ministério da Educação (MEC) e é conduzido pela Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS) e pela Rede Brasileira de Certificação, Pesquisa e Inovação (RBCIP).



Fonte: Secretaria de Estado de Educação e Desporto do Amazonas. Disponível em: <http://www.educacao.am.gov.br/educadores-do-cemeam-e-cepan-participam-de-formacao-do-projeto-labcrie/>. Acesso em: 09/08/2023.

2 visualizações0 comentário
bottom of page