Buscar
  • Assessoria de Comunicação

Mais de seis mil alunos de baixa renda do Distrito Federal fizeram cursos gratuitos de robótica

Atualizado: 28 de set.

Para promover a inclusão, a conectividade digital e despertar o interesse de estudantes da educação básica, de baixa renda, pela pesquisa, pelas ciências exatas e pelas engenharias, a Rede Brasileira de Certificação, Pesquisa e Inovação (RBCIP) lançou o projeto Caminhão da Tecnologia que já passou por 70 escolas no Distrito Federal.

Fonte: elaborado pelo(a) autor(a).


O programa piloto de educação tecnológica é voltado para o ensino de robótica, programação e novas tecnologias, de forma híbrida, que combina plataformas digitais com aulas em ambiente físico, por meio do Espaço Maker. Toda a estrutura de aprendizagem conta com equipamentos, como robôs e impressoras em 3D embarcados em 3 caminhões, sendo dois caminhões de dois eixos e uma carreta, que já percorreram 19 regiões administrativas do DF e já atenderam mais de 6 mil alunos. Todos tiveram acesso ao material de aprendizagem virtual. Atualmente, o projeto está percorrendo de escola em escola, entregando os certificados aos alunos que cursaram presencialmente o Caminhão da Tecnologia.


O presidente da RBCIP e coordenador geral do projeto, Marcelo Estrela Fiche, explica que a disponibilização dos espaços em veículos permite a otimização do tempo do estudante, com a redução das despesas de transporte, contribuindo de maneira adequada à inclusão de novos jovens na educação tecnológica. "O projeto possibilita a vivência das tecnologias e a prática de atividades que demonstram a importância da robótica no cotidiano das pessoas. O púbico poderá, por exemplo, modular uma bucha de parafuso e assimilar como o domínio das tecnologias pode transformar um produto".

Marcelo ressalta que os benefícios são para todo o DF, porque há o aumento do número de jovens conectados no mercado de trabalho e eles também podem apoiar as suas famílias nas novas tecnologias. "A robótica desperta a criatividade dos jovens e o interesse em disciplinas como matemática e física, porque eles terão a oportunidade de criar os seus próprios robôs, sem serem experts em disciplinas tidas como difíceis. Por isso, a adesão e participação das escolas públicas é fundamental para o sucesso desta iniciativa. Vale destacar que este projeto tem grande potencial de se transformar em política pública, após as avaliações de impacto feitas por especialistas em políticas públicas e educação, com o objetivo de mensurar os resultados no desempenho escolar, inserção no mercado de trabalho e a inclusão digital".

Os recursos para a execução do projeto foram disponibilizados pela Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal (FAPDF), vinculada à Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do DF, por meio do Edital 04/2020, Desafio DF. Em 2021, a FAPDF promoveu uma chamada pública, 003/2021, no valor de R$ 2.700.000 para um período de execução inicial de 12 meses.


Para participar do projeto é preciso fazer uma inscrição no site: https://www.caminhaodatecnologia.org/


O projeto Caminhão da Tecnologia foi desenvolvido pela Rede Brasileira de Certificação, Pesquisa e Inovação com recursos da Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal e Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do DF.

17 visualizações0 comentário