top of page
Buscar
  • Assessoria de Comunicação

RBCIP apoia o lançamento do livro “FROM REGIONAL CLUSTERS TO GLOBAL NETWORKS”

O Diretor-Presidente da Rede Brasileira de Certificação, Pesquisa e Inovação - RBCIP, Marcelo Estrêla Fiche, juntamente com seu Diretor Internacional, Maurício Araquam de Sousa, publicaram um livro sobre o desenvolvimento de novas estratégias comerciais para a expansão da indústria do hidrogênio verde, considerado como combustível e visto como peça importante para o futuro neutro em carbono.


Sinopse

Ao invés de uma simples oposição à nova política expansionista chinesa "One Belt One Road Initiative", que objetiva impulsionar a cooperação e a conectividade entre os diferentes países por meio de uma rota terrestre, a chamada “Faixa Econômica da Rota da Seda”, e outra transoceânica, a denominada “Rota Marítima da Seda”, o professor Mauricio Sousa defende que a União Europeia deveria começar a formular estratégias para expandir partes dos processos produtivos de suas indústrias para os novos mercados na Ásia, África e América Latina, em parceria com grupos empresariais daqueles países.


Assim, ao se evitar uma nova guerra comercial, os países orientais e ocidentais se beneficiariam com a coordenação de iniciativas de desenvolvimento para esses novos mercados, em que os países em desenvolvimento terão a oportunidade de receber tecnologias e capacitar sua força de trabalho para novos padrões de produção (como a Industria 4.0), enquanto dissemina cadeias de suprimentos europeias, norte-americanas e asiáticas, otimizando novas infraestruturas portuárias e ferroviárias que a China vem construindo em todo o mundo.


Após esclarecer como será aplicada a nova tecnologia, inovações e padrões logísticos aplicados à produção e transporte de hidrogênio verde tais como: metano, metanol e amônia, por exemplo, os autores formularam estratégia para expandir as operações das empresas europeias fabricantes de equipamentos de energia renovável no exterior, com impactos positivos em países em desenvolvimento, como Brasil e Paraguai.

Por meio dessa estratégia, novas tecnologias poderiam ser usadas para expandir a indústria da União Europeia a exemplo do fornecimento de tecnologia para apoio à estruturação de parques eólicos e solares para serem conectados a clusters de hidrogênio em países estrangeiros com geração de renda, treinamento técnico e inclusão social a todos os parceiros envolvidos.


O livro contém as seguintes abordagens:

  1. Aplicações de hidrogênio e transição de energia;

  2. Da produção aos consumidores: integração de centros de hidrogênio em todo o mundo;

  3. Oportunidades para a indústria marítima em novos conjuntos portuários de hidrogênio;

  4. De conjuntos regionais à rede global de hidrogênio;

  5. Industrialização, desindustrialização e reindustrialização; e

  6. Grupos portuários de hidrogênio verde alemão.

O Dr. Mauricio de Sousa destacou que a RBCIP está capacitada com mão de obra qualificada, versatilidade na atuação e agilidade em seu desempenho. “Com profissionais qualificados e conectados à realidade nacional e internacional, a RBCIP tem se tornado um porto seguro no tocante a novas tecnologias e métodos. Quanto a novas aplicações do hidrogênio verde, agradeço toda a gama de atividades que temos desenvolvido em conjunto, para a divulgação desta importante fonte energética, cada dia mais usada no mundo.”


É importante mencionar que a RBCIP inaugurou em dezembro de 2022, na cidade de Hamburgo, escritório com o objetivo de fomentar parceiras bilaterais e realizar ações empresariais na Alemanha e em outros países europeus, se tornando hoje um importante intermediador da temática Hidrogênio no Brasil.


Ainda é destaque que a RBCIP e a Brid Logistics GmbH abriram inscrições para a Missão Internacional de Hidrogênio Verde na Alemanha, uma imersão organizacional em universidades e institutos de pesquisa alemães no campo da tecnologia e do hidrogênio verde.


20 visualizações0 comentário
bottom of page